Notícias

03/10/2019 - Secretaria de Saúde do ES informa que não há indícios de parasita desconhecido no estado.



Pela primeira vez, em 2011, uma doença semelhante a leishmaniose foi identificada, recentemente, e causou duas mortes em Sergipe.

Apesar de ainda ser desconhecida, sabe-se que trata-se de um parasita, transmitido por um inseto, que causa uma doença grave e resistente aos tratamentos.

Diante dos casos registrados no País, a Secretária de Estado da Saúde do Espírito Santo foi consultada para informar a respeito da possível existência do parasita na região.


Fonte: Folha Vitória


Leia a notícia na íntegra clicando AQUI.